STJ ordena suspensão do pedido de aposentadoria do conselheiro Arthur C. Lima

Noticiado pelo Antagonista, o ministro do Superior Tribunal de Justiça, Francisco Falcão, aceitando pedido da subprocuradora Lindôra Araújo, suspendeu o pedido de aposentadoria protocolado pelo conselheiro afastado do TCE/PB, Arthur Paredes Cunha Lima.

Conforme a subprocuradora, Arthur estaria usando a aposentadoria como “subterfúgio para tentar escapar da jurisprudência do Superior Tribunal de Justiça”. O conselheiro é investigado no âmbito da Operação Calvário, acusado de receber propina da Cruz Vermelha.

Ele só poderá se aposentar após ser julgado e, ainda, caso seja absolvido. Na hipótese de ser condenado, perderia o cargo. O MPF incluiu o conselheiro afastado como integrante do esquema criminoso comandado pelo ex-governador Ricardo Coutinho.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.