Advogado agredido por policiais militares ‘estava no exercício da profissão’

Segue a repercussão da agressão de policiais militares contra o advogado Fábio Meireles neste domingo (1) durante um ato político, em Guarabira. A OAB, seccional da Paraíba, divulgou uma nota protestando a forma “truculenta, injustificável e desproporcional”.

Destaca, ainda, que “a polícia militar, como corporação integrante da segurança pública, tem função essencial e primordial para a sociedade ao exercer o policiamento ostensivo, devendo fazer com firmeza, quando for o caso, mas com urbanidade e controle da situação, como se espera de qualquer agente público de segurança”.

O Comando Geral da PM anunciou o afastamento do oficial que comandou a ação “até que seja concluída a apuração do caso, sempre dentro do processo de preservação de direitos, como a Polícia Militar e a OAB-PB defendem”.

Ressalta, também, que “a corporação lamenta o episódio, pois envolve integrantes de duas instituições parceiras, que possuem histórico de união, respeito e compromisso com o cidadão paraibano, que são a Polícia Militar e a Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Paraíba”, diz trecho.

As imagens do episódio foram compartilhadas em diversas redes sociais.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.