Coronel Francisco pede desfiliação do PSL sem revelar o real motivo

Sem candidato à Prefeitura de João Pessoa nas eleições de novembro, o PSL paraibano está perdendo força. A baixa mais recente é do coronel Francisco, presidente do Clube dos Oficiais da Polícia Militar da Paraíba.

Na noite passada, ele renunciou a vice-presidência do partido e, ato contínuo, a desfiliação da legenda. O motivo do seu ato decorre de divergência com o presidente Julian Lemos, que retirou a candidatura do capitão Jaerson a prefeito de Bayeux.

“Não gostei como aconteceu o processo. E outras coisas que vem acontecendo no partido”, justificou o coronel Francisco sem revelar “outras coisas” da qual declarou durante sua saída.

Julian, além de desistir de concorrer em João Pessoa, está “desistindo” de candidaturas em vários municípios da Paraíba, a revelia dos próprios postulares. Ou seja, faz do PSL uma propriedade sua, única e exclusivamente.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.