Juiz ordena Câmara de Bayeux fazer eleição no prazo de 30 dias

A omissão da lei orgânica do município de Bayeux é bem menor em relação a uma ordem judicial, caso da determinação do juiz Francisco Antunes, da 4ª Vara Mista.

De acordo com o noticiário, o ato do juiz ordena a realização de uma eleição indireta para escolha do prefeito substituto de Berg Lima, que renunciou ao cargo.

A eleição será restrita aos 17 vereadores. O magistrado concedeu liminar a uma provocação de um parlamentar de oposição e, a esta altura dos acontecimentos, o presidente Inaldo Andrade já deve ter sido notificado.

Pois bem. O prazo é para fazer a eleição dentro de 30 dias, mas a judicialização do entendimento está apenas começando.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.