Vereador quer suspender recesso; ‘é ético, oportuno e exemplar’

“É ético, oportuno e exemplar”, conforme justificou o vereador Thiago Lucena, autor de um projeto de resolução, o 61/2020, que extingue o recesso legislativo de julho. A iniciativa decorre do enfrentamento à pandemia causada pelo novo coronavírus.

Disse que não é ético abandonar à população no momento em que ela mais precisa. Ele argumenta que não faz sentido os vereadores entrarem de férias em um momento de pandemia, que exige esforço máximo de quem ocupa cargo público.

“Essa também será uma forma de recompensar o tempo que não tivemos sessões regulares nos últimos dias” afirmou.

De acordo com Thiago, as grandes pautas vinculadas às manifestações oficiais da Câmara sobre assunto de interesse público, como fiscalização da aplicação de recursos e ações desenvolvidas, além do assessoramento ao Executivo, bem como a realização das sessões, não pode ter descontinuidade.

“Estamos vivenciando uma pandemia e faz-se necessário que redobremos as ações quanto à garantia da transparência dos atos do poder público municipal, acompanhando os passos dados em nossa cidade. É necessário que continuemos legislando e representando a população de João Pessoa, haja vista que não é ético, oportuno e exemplar deixar de servir a população no momento em que a ela mais precisa”, disse.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.