Apenas 10%: Pesquisa mostra a Ricardo que crime não compensa

Em sua coluna de sexta-feira (3), Helder Moura fala da “enorme” popularidade em 2018 do ex-governador Ricardo Coutinho, ex-presidiário e cumprindo medidas cautelares usando tornozeleira eletrônica e réu no âmbito da Operação Calvário.

A popularidade do tornozelado despencou de 80% para 10%, com tendência de queda ainda mais com a evolução das investigações da Operação Calvário e a previsão de um novo pedido de prisão preventiva, que já havia ocorrido em dezembro passado.

Cita que a referida consulta foi feita pelo pesquisador Alex Maracajá, “especialista em pesquisa em mídias digitais”, realizada pela empresa AtivaWeb. Mas a ficha do ex-presidiário ainda não caiu, ou já chegou a essa conclusão quando desativou os comentários de suas “lives” batizadas de conversas jogadas fora.

É de 10% para acabou-se!

One comment

  1. Eu acho é pouco; contudo, pelo que ele quis fazer com os Agentes de Saúde, quando assumiu a Prefeitura de J.Pessoa!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.