Maranhão propõe emenda adiando eleição de outubro para dezembro

Para não prejudicar o “calendário eleitoral”, esse é o argumento, o senador José Maranhão protocolou uma emenda à Constituição propondo o adiamento das eleições municipais deste ano para dezembro.
Ficaria assim: o primeiro turno até o dia 15 e o segundo turno, onde houver, 15 dias depois. A proposta tem a ver a pandemia do novo coronavírus, que pode prejudicar o calendário em vigor.

Maranhão justificou assim a ideia de transferir o pleito municipal de outubro para dezembro: “Esta, hoje, clara a impossibilidade de se cumprir o calendário eleitoral de 2020, tendo em vista a pandemia do coronavírus”.

A sugestão da PEC (Proposta de Emenda Constitucional) surgiu a quatro mãos por causa da participação do presidente municipal do MDB/João Pessoa, Alberto Gomes.

De acordo com ele (Alberto), “estamos diante de um quadro em que a prioridade são as medidas de salvaguarda da vida, então tudo o mais deve ser secundário, mas não negligenciado, dai a necessidade de adiarmos o processo eleitoral, até que as condições políticas voltem à normalidade.”

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.