Empresa investigada na Operação Calvário tem contrato com o MEC

A Brink Mobil, uma das empresas acusadas pela Polícia Federal de ter desviado mais de R$ 134 milhões, no esquema criminoso liderado pelo ex-governador Ricardo Coutinho, é uma das prestadoras de serviço do MEC, com direito a contrato e tudo mais.

O assunto não se reveste de nenhuma novidade, pois o Antagonista tinha levado a denúncia para o asfalto e o Estadão, em sua edição online, destaca que “informados sobre a investigação investigação contra a empresa, representantes do FNDE, órgão vinculado ao ministério, responsáveis pela contratação, decidiram manter o negócio”.

Pelo visto, o esquema comandado durante o governo do socialista Ricardo Coutinho ganha proporcionais ainda maiores.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.