Contam que Daniel Gomes foi a Portugal buscar mais gravações

O lobista Daniel Gomes da Silva, que acusa o ex-governador Ricardo Coutinho de ser o chefe da ORCRIM instalada na Paraíba, teria sido autorizado pela Justiça do Rio para ir à Portugal em busca de mais prova no âmbito da Operação Calvário.

Em seu blog, Helder Moura lembrou que “Daniel foi preso exatamente quando retornava de Portugal, prometeu ir pegar mais gravações do esquema criminoso desbaratada pela Calvário”.

Em deleção, Daniel entregou ao Ministério Público mais de mil horas de gravações, grande parte envolvendo o ex-governador Ricardo Coutinho e os ex-secretários Livânia Farias e Gilberto Carneiro.

Ou seja, quando retornar de Portugal com as novas gravações, irá reforçar as investigações pelo Gaeco, seja do Rio de Janeiro ou da Paraíba, também do desembargador Ricardo Vital.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.