‘Livânia não gostava de João’, afirma o delator Ivan Burity | VEJA O VÍDEO

O ex-secretário Ivan Burity, delator da Operação Calvário, disse que também a delatora Livânia Farias “não gostava de João (Azevedo)” e, por isso, o hoje governador não foi candidato a prefeito de João Pessoa, em 2016.

“Ela queimou o nome de João, porque não gostava dele”, declarou Ivan, que ganhou liberdade em dezembro depois de algumas horas de colaboração premiada ao Gaeco – Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado.

Conforme Ivan, “foi ela (Livânia) quem tirou João da disputa pela Prefeitura da Capital”, delatou.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.