Ricardo era o governador, mas quem mandava mesmo era Daniel Gomes

Chegou a informação que o empresário Daniel Gomes – se transformou numa espécie de “sub-governador” da Paraíba na gestão passada -, veja você, gravou 4.000 mil horas de conversas com o comparsa e ex-governador Ricardo Coutinho.

Dar-se conta de 1.000 horas, mas outros áudios estão sendo analisados e fragmentados dentro do processo da Operação Calvário/Juízo Final, que levou os dois principais personagens para cadeia, o ex-governador Ricardo Coutinho e o “sub” Daniel Gomes.

Alguns minutos de áudios, a propósito, foram assuntos da semana. O propinoduto andava a galope nos porões do governo socialista, que nada fica a dever ao que aconteceu no Rio de Janeiro. Por isso, Sérgio Cabral já foi condenado a mais de 200 anos de prisão, em regime fechado.

Será que alguém ainda tem dúvidas de que o governador era Ricardo Coutinho, mas o empresário Daniel Gomes, o chefão da Cruz Vermelha, mandava neste Estado? Ou, pelo menos, tinha as chaves do cofre.

2 comments

  1. exatamente isto este debiloide pensava em fazer o mal não pensava que poderia ter pessoas mais inteligente que ele, e foi aí que Daniel, este senhor teve a capacidade de gravar 1.000 horas e o sabe tudo nada percebe.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.