STJ ordena o afastamento de Arthur e Nominando, conselheiros do TCE

Os conselheiros Nominando Diniz e Arthur Cunha Lima foram proibidos de acessar o local onde trabalham, o Tribunal de Contas do Estado por determinação do STF – Superior Tribunal de Justiça.

Foram alvos de uma representação da Polícia Federal através de mandados de busca e apreensão durante a 7ª fase da Operação Calvário, batizada de “Juízo Final”. Nominando e Arthur estão afastados por um período de 120 dias.

A Polícia Federal, na representação encaminhada ao Superior Tribunal de Justiça, concluíu que elementos obtidos nas buscas levaram ao pedido.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.