Missão difícil para o TCE julgar as contas do Governo Ricardo; MPC orienta a reprovação

O mesmo Tribunal de Contas do Estado que engavetou 21 processos contra a ex-secretária Livânia Farias, presa durante a 5ª fase da Operação Calvário, não tem como fugir da orientação do MPC – Ministério Público de Contas.

O órgão com acento no Pleno do TCE orienta pela rejeição das contas do ex-governador Ricardo Coutinho, alegando uma série de irregularidades. Entre elas a enxurrada nomeação sem concurso público, os chamados “codificados”.

Além de outros indícios, que estão na mira do Gaeco/Ministério Público, com ligações diretas com a Operação Calvário e que fazem parte de delações premiadas de investigados.

Os deputados estaduais querem que as investigações com o envolvimento direto da Cruz Vermelha, que teria desviado mais de R$ 1 bilhão da saúde paraibana, também seja incluído no julgamento das contas do Governo Ricardo Coutinho.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.