PSB vive em alerta esperando uma posição da Justiça Eleitoral

Edvaldo Rosas se mantém silencioso sobre a dissolução do Diretório estadual do PSB pelo ex Ricardo Coutinho, o deputado federal Gervásio Maia e as deputadas Estela Bezerra e Cida Ramos.

Mas o que está sendo apurado é que o golpe não vai ficar barato. Pelo menos até enquanto à Justiça Eleitoral não se pronunciar a despeito de uma suposta fraude nas assinaturas.

E faz sentido, pois publicamente não houve nenhuma reação do ex-presidente Edvaldo Rosas, que se mantém silencioso desde o dia em que tomou uma “rasteira” de RC e Cia.

Por enquanto, o ex-governador Ricardo Coutinho está a frente do comando do partido após ser nomeado interventor a partir da destituição de Edvaldo Rosas da presidência.

Portanto, é preciso aguardar os próximos capítulos do ato antidemocrático praticado por Ricardo e sua turba.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.