Organização criminosa no caminho de Aguinaldo. É a denúncia da PGR

O deputado federal Aguinaldo Ribeiro, ex-ministro do governo do PT e líder da gestão Michel Temer na Câmara Federal, será julgado pelo STF em denúncia apresentada pela PGR pelo crime, veja você, de organização criminosa.

Ele não é o único enrolado do PP – Partido Progressista. Nesta mesma situação estão Eduardo da Fonte, Ciro Nogueira e Arthur Lira. O ministro Edson Fachin, do Supremo, foi quem liberou os quatro para julgamento.

A sorte de Aguinaldo e seus companheiro é que foram reeleitos em outubro. Por isso, ainda gozam do foro privilegiado.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.