Cabedelo vai saber intenções dos vereadores no ‘Caso Leto’

O STF ordenou a Câmara de Cabedelo a tornar transparente o processo de impeachment de Leto Viana, preso na operação “Xeque Mate”, acusado de corrupção em vários níveis, entre os quais a compra de mandato do prefeito Luceninha.

Os vereadores estavam escondendo da população o processo. O ministro Alexandre de Morais, da Suprema Corte, determinou a abertura do sigilo das oitivas na Comissão Processante, acatando recurso do denunciante Marcos Patrício.

Só assim os vereadores não têm mais o que esconder dos cabedelense. O descumprimento da ordem pode levar todo mundo para o lugar onde está Leto Viana, se tiver curso superior. Quem não tem vai para o PB1.