Na Assembleia é assim: ‘pau que bate em Chico, bate em Francisco’

O ‘pau que bate em Chico, bate em Francisco’. Foi a expressão usada por Gervásio Maia, presidente da Assembleia Legislativa, para justificar o corte do ponto dos deputados que faltaram a sessão desta terça-feira (21).

Pontuando que “se eu faltar eu vou aplicar o que ficou pactuado e vou cortar o meu próprio ponto. Isso vale para os 36 parlamentar integrantes do colegiado desta Casa (Assembleia)”, expôs.

Como os deputados no período da campanha eleitoral, a grande maioria candidato à reeleição, ficou pactuado que as sessões de votações serão realizadas sempre nas terças-feiras.

Como tudo ficou acertado previamente, então haverá o corte do ponto dos faltosos. É isso mesmo, presidente? “Não tenha a menor dúvida”, respondeu


Descubra mais sobre Marcone Ferreira

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.