Petista minimiza a declaração de voto de João a Ciro Gomes

O petismo não esperou para reagir imediatamente sobre uma declaração de João Azevêdo, que admitiu, em entrevista, votar em Ciro Gomes para presidente da República.

Diga-se, a fala de João não estava no “script” petista, até porque, ao contrário, o governador socialista Ricardo Coutinho declarou voto em Lula, e se obter de qualquer outros na hipótese provável de impedimento.

Jackson Macêdo, o presidente dos petistas paraibano, veio ao palco: “Eu respeito o posicionamento do PSB, mas é preciso respeitar a nossa postura em relação a postulação de Lula, que será candidato sim”.