Parlamentares copiam Marta Suplicy: ‘relaxar e gozar’

A esta altura dos acontecimentos, quando não há mais tempo para desmanchar coligações ou coisa do gênero, ainda tem deputados fazendo contas matemática para ver até onde pode chegar no coeficiente eleitoral.

No final da sessão desta manhã, os poucos parlamentares que restaram usaram papel, lápis e calculadora, sem revelar para o repórter a expectativa que tinham após o fechamento das alianças.

Bruno Cunha Lima, Tovar Correia Lima e Renato Gadelha têm a certeza de que não tem muita coisa a ser feita, usando uma frase de Marta Suplicy, que declarou, em certa ocasião, que não tem outra coisa a fazer, “senão relaxar e gozar”.