Esclarecimento de Ligia esbarra na forte pressão

A vice-governadora Lígia Feliciano (PDT) deu um freio de arrumação no esclarecimento que deveria fazer nesta segunda-feira (16), em entrevista à Rádio Correio. Teria esbarrado na forte pressão que recebera, o blog soube.

Deveria falar sobre o rompimento da aliança com o socialista governador Ricardo Coutinho, cujas razões já é do conhecimento público. Porém, a dívida persegue: quem rompeu? Se Ricardo ou Lígia.

Ela preferiu não dizer, mas ficou extremamente emocionada, com os olhos marejados, quando colocaram uma gravação em que Ricardo acusa a vice de “desleal”, num desses eventos do governo no interior do Estado.

Foi quando a vice-governadora reagiu, único momento da entrevista: “Governo paralelo não existe, isso é delírio, é fantasia que surge do nada para sujar uma mulher decente. Será que é por que sou mulher? Eu não acredito”, afirmou com os olhos marejados.