Aguinaldo diz que guarda pessoal ‘é insulto a população’

Mesmo doido para disparar para o lado dos governistas, o deputado federal Aguinaldo Ribeiro (Progressistas, ex-PP) não teve outra saída para uma pergunta do apresentador Nilvan Ferreira, durante entrevista do parlamentar ontem na Rádio Correio.

Instado a falar sobre a proposta de Ricardo Coutinho (PSB) da criação da guarda pessoal para os ex-governadores – depois dele, é claro, Aguinaldo mudou o tom de voz enquanto antes falava do apoio do PSDB a pré-candidatura de Lucélio Cartaxo (PV).

“É um insulto a população; a guarda pessoal agride o povo paraibano. Ele (Ricardo) deveria recuar, como fez o prefeito João Doria em São Paulo, que também propôs lei idêntica, mas voltou atrás diante da repercussão negativa”, afirmou.

Aguinaldo não parou mais de falar sobre a iniciativa governamental. “Aqui, o governador fez pior: A proposta de criação da guarda era daqui pra frente. Ou seja, a partir dele”. E apelou: “As pessoas erram governador. Então, recue”.