MACÊDO: ‘Prisão de Lula tem as digitais de VENEZIANO’

Em suas primeiras horas como filiado do PSB, o deputado federal Veneziano Vital, ex-MDB, foi duramente hostilizado pelo presidente estadual do PT, Jackson Macêdo, que o chamou de “cinico” e “traidor”.

Nas redes sociais, Macêdo postou: “Essa é no mínimo uma postura de cinismo, para não chamar outra coisa. Tudo que está acontecendo só está acontecendo por conta do voto pelo impeachment de gente como Veneziano, que se serviu dos governos petistas e depois nos apunhalou”.

Tem mais Jackson Macêdo: “A prisão de Lula também tem as digitais de Veneziano. Ele é um traidor que não será esquecido pelo povo da Paraíba”, atacou sem piedade.

E arrematou: “Não vamos votar em golpista”, reitera lembrando a resolução do partido de veto a voto em qualquer candidato na eleição deste ano que tenha votado no impeachment da então presidente Dilma Rousseff.

Foi o caso de Veneziano, o ex-cabeludo.

A reação do presidente dos petistas paraibanos veio depois que Vené postou uma nota nas redes sociais se solidarizando com o ex-presidente Lula, preso na superintendência da Polícia Federal em Curitiba.