Só porque não vale nada, o TRE condena RICARDO

Nesta segunda-feira (26), finalmente, o TRE (Tribunal Regional Eleitoral) concluiu o julgamento da AIJE (Ação de Investigação Judicial Eleitoral) dos Servidores, reconhecendo que o governador Ricardo Coutinho usou à máquina pública para se reeleger na campanha de 2014.

Além de reconhecer o uso da máquina no julgamento por unanimidade, o Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba impôs uma multa no valor de R$ 30 mil, além de condenar o governador por conduta vedada, que, no mínimo, valerá uma ação de improbidade administrativa.

O julgamento se arrastou por duas semanas por causa dos pedidos vistas da juíza Michellini Jatobá e dos juízos Paulo Câmara e Breno Wanderley, que trouxe seu novo hoje, inclusive propondo a redução da multa de R$ 30 mil para R$ 15 mil. Claro, não foi aceito.

Já em relação a vice-governadora Lígia Feliciano (PDT), o TRE julgou pela improcedência.