Aeroportos da PB terão R$ 20 milhões para investimentos

O deputado federal Veneziano Vital do Rêgo (PMDB) teve a informação de que uma emenda de bancada, de sua autoria, no valor de R$ 20 milhões será destinada a implantação de novos sistema de acesso a aeronaves através do Sistema ELO. A efetivação foi confirmada pelo superintendente de Serviços de Engenharia da Infraero.

A implantação ocorrerá nos aeroportos de João Pessoa e Campina Grande. No ofício, a Infraero informou a Veneziano que, “mesmo diante de um cenário de restrição orçamentária em curso”, estava garantida a implantação nos dois principais aeroportos da Paraíba. Disse, ainda, que o processo licitatório de contratação para fornecimento e instalação dos sistemas está em vias de públicação.

O pedido para a confirmação do investimento foi feito por Veneziano no último dia 15, através de ofício endereçado ao órgão. No documento, Veneziano falou da execução orçamentária da Emenda de Bancada alocada de sua autoria, ao Orçamento Geral da União – OGU 2017, destinada à modernização dos dois aeroportos, lembrando das diversas reuniões realizadas entre técnicos do seu Gabinete, Ministério dos Transportes e Infraero, quando foram estabelecidas as demandas prioritárias para os dois aeroportos.

Ele lembrou, também, que o Mapa do Turismo Brasileiro, divulgado no último dia 14, acrescentou em 59 municípios, ampliando para 101, o total de cidades paraibanas com vocação turística, o que acaba por exigir mais investimento em infraestrutura turística.

Veneziano também alertou sobre a data limite de empenho, para validade da execução orçamentária da Emenda de Bancada, o que exigiria agilidade no processo. “Esperamos contar com o imprescindível apoio de Vossa Senhoria na emissão das respectivas Notas de Empenho e divulgação dos cronogramas de execução e desembolso das obras, que oportunizarão a prestação de serviços mais dignos à população”, disse ele, no ofício.

Acessibilidade – O ELO é um sistema de conectores climatizados projetado para fazer a interligação ao nível do solo entre salas de embarque e desembarque e aeronaves, permitindo que os passageiros, inclusive os deficientes ou com mobilidade reduzida, transitem ao mesmo tempo, com conforto, segurança e acessibilidade, ao entrar ou sair dos aviões.

A tecnologia é adequada a aeronaves como o Boeing 737-800 e o Airbus 320, comumente utilizadas pelas companhias aéreas brasileiras. Além da escada, há um elevador para cadeirantes com capacidade de até 225 quilos. A tecnologia é totalmente nacional e foi desenvolvida pelas equipes técnicas da Infraero, em conjunto com a empresa gaúcha Ortobras, especializada em produtos de acessibilidade.

O Sistema ELO está presente nos Aeroportos de Palmas (TO), Porto Alegre (RS) e Joinville (SC). O Aeroporto de Londrina (PR) está em fase de implantação.

Assessoria