Romero faz questão de afirmar que não está ‘morto’

Sem espaço no grupo de oposição, Romero Rodrigues (PSDB), prefeito de Campina Grande, parece sinalizar em direção ao Palácio da Redenção. Diz-se que já há um movimento para pedido de audiência ao governador Ricardo Coutinho.

“Cada um que tiver essa pretensão que faça o seu trabalho”, pronunciou no registro do portal Paraíba (com.br). Discorda de tudo, como é possível observar em nova fala: “Não pode ser definido por uma pesquisa apenas quantitativa, mas também qualitativa”.

Neste segundo entendimento, demonstra sua posição contrária no tocante ao critério de escolha do pré-candidato a governador pelo grupo de oposição. “Ainda vai ter muito debate até as eleições; não tem nada estabelecido”.

Ou seja, uma posição contrária aos demais integrantes do grupo.