Em Campina Grande, João Dória evita bater muito

O presidenciável João Doria (PSDB), prefeito da mais cidade (São Paulo) do país, passou por Campina Grande nesta quinta-feira (31). Não é a primeira vez, conforme fez questão de ressaltar, e veio receber o título de cidadão campinense.

Aliás, um título que faz justiça porque enquanto presidente da Embratur (Empresa Brasileira de Turismo), Dória ajudou no desenvolvimento do Maior São João do Mundo de Campina Grande. Não é possível que alguém esteja esquecido.

Chegou pisando em ovos, ao invés de levar. Foi logo avisando que “não quer falar mal de ninguém” e que o melhor discurso para o momento “é de nós contra eles”, acrescentando que “é a melhor proposta para o Brasil”.

E foi se soltando: “Eu não admito que a melhora para o Brasil seja a intolerância, o xingamento e a agressão. O Brasil precisa de faz, inteligência e se unir”.

Acabou se soltando de vez: “Lula, você além de covarde é mentiroso”.

Disse que o ex-presidente tem todo  “direito de peregrinar e de visitar o Brasil, dentro das regras eleitorais”. Lula, como se sabe, além de João Pessoa, também esteve em Campina Grande. Foi um fiasco de público.

“Entendo que isso é legítimo e não faço objeção a esse ato. O que continuarei a fazer é objeção ao discurso, o meu é diferente”, destaca.