Catão manda advogado ‘calar a boca’ em plena sessão

O conselheiro Fernando Catão, nesta quinta-feira (31), tentou “desqualificar” o advogado Taiguara Fernandes, mandando-o “calar a boca” no momento em que fazia uma sustentação oral.

Catão não se deu conta da presença do também advogado Allysson Fortuna,  presidente da Comissão de Prerrogativas da OAB, seccional da Paraíba, que interveio de pronto em defesa do colega.

“No momento em vossa excelência manda um advogado calar a boca, o senhor está mandando a sociedade também”, retrucou o advogado Allysson Fortuna.

O clima tenso aumentou quando o conselheiro e ex-presidente do Tribunal de Contas ameaçou: “Não estou mandando, se o senhor quiser vamos para o meu gabinete discutir o que o senhor quiser”.