URGENTE: BERG QUER RECEBER 2 MESES DE SALÁRIO

Sem salário vai completar dois meses, o prefeito afastado Berg Lima (sem partido) está requerendo o pagamento dos atrasados. Ocorre após à Justiça determinar a suspensão do processo em que a Câmara de Bayeux pede a cassação do seu mandato.

Berg segue preso na unidade da Polícia Militar localizada no Valentina de Figueiredo, em João Pessoa, depois de flagrado pedindo uma suposta propina a um empresário que fornecia alimentos para o setor de saúde do município.

Quanto a suspensão do salário, deu-se por uma manifestação da própria Câmara ao prefeito em exercício Luiz Antônio (PSDB), que determinou a interrupção. O vencimento é de R$ 20 mil mensais e Berg deverá receber o mesmo valor referente a agosto.

Ele, através dos seus defensores, está requerendo o pagamento de julho e agosto, este último ainda a se vencer.