HUGO MOTTA E EDUARDO CUNHA ATUAVAM JUNTOS

Não é novidade o envolvimento do deputado federal Hugo Motta (PMDB), da bancada paraibana, com o Eduardo Cunha (RJ), ex-presidente da Câmara preso em Curitiba em uma das fases da Operação Lava Jato. A Polícia Federal vê indícios que os dois atuavam juntos e, de acordo com o noticiários do “O Antagonista”, Cunha usava Hugo “como ‘ferramenta legislativa’ na apresentação de requerimentos de informação para achacar empresas.

A nota prossegue: “Um desses requerimentos, apresentado por Motta, teve como autora no sistema interno da Câmara uma então assessora do parlamentar chama Maria Cláudia Vasconcelos. Em e-mail enviado a Cunha, ela pergunta se poder mandar o requerimento para Motta assina”.

O parlamentar paraibano não tem como negar sua relação com Eduardo Cunha. De acordo com “O Antagonista” escreveu “a conversa estava num celular de Cunha apreendido em 2015, conforme o jornal O Globo”, se referindo a conversa eletrônico do segundo parágrafo.

“Apresentado em 15 de agosto de 2012, o documento pede informações ao então ministro Edison Lobão sobre a parceria R$ 1,6 bilhão da Petrobras Biocombustível com a Açucar Guarani SA, empresa do grupo Tereos”.

O blog lembra que uma das filhas de Cunha era funcionária do gabinete do deputado Hugo Motta, também que ele foi alçado a condições de presidente da CPI da Petrobras por Eduardo Cunha. Foi um presente de pai pra filho, como os sempre estavam juntos até em jogo de futebol, como aconteceu numa partida entre Flamengo e Curitiba, disputado em Brasília.

Outra curiosidade é que eles têm algo em comum, pois torcem para o mesmo time: Flamengo.

IMG_2105