Após desfiguração, Barbosa defende nova Constituinte

Como o deputado Ricardo Barbosa (PSB) antecipou aqui, esta semana no encontro da Unale (União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais) ele apresentou uma moção de apoio à convocação de uma Constituinte, a pretexto de “agregar os interesses do povo brasileiro”. A proposto deixou os integrantes das assembleias estaduais com os olhos esbugalhados.

Chamou ainda mais a atenção a justificativa do parlamentar paraibano acerca do seu entendimento a respeito do tema que defende: “Afinal, a desfiguração da Constituição pode ser aferida pela existência de cerca de 100 emendas. E o fracasso da revisão da Constituição de 1993 é outra razão que justifica a nossa proposta”.

E arrematou: “O pacto social e a nova moldura institucional que certamente advirão da Assembleia Constituinte trarão de volta ao Brasil a segurança jurídica, a credibilidade e a coesão social necessárias para sairmos da crise”.

Barbosa é presidente da Comissão de Reforma Política Eleitoral da Unale, tendo comando o último painel da conferência encerrada nesta sexta-feira (9), ocasião em defendeu a realização de uma nova Assembleia Nacional Constituinte.

Ele foi eleito vice-presidente da União Nacional dos Legisladores e Legislativos dos Estado, durante a vigésima Conferência Nacional realizada em Foz do Iguaçu.


Descubra mais sobre Marcone Ferreira

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.