Não convide Dinaldinho e Nabor para o mesmo repasto

Se for ao São João de Patos esqueça  de convidar para um jantar num mesmo ambiente o prefeito Dinaldinho (PSDB) e o deputado estadual Nabor Wanderley (PMDB). Aliás, dizem ser primos. Os dois andaram se estranhando, após denúncia do parlamentar, criticando as mudanças da festa junina do município este ano.

Nabor provocou, após afirmar que a organização do São João este ano foi feito para os grandes empresários, enquanto a Prefeitura cobra taxas dos pequenos barraqueiros. Recebeu o troco do prefeito, que denunciou ter encontrado a cidade destruída ao assumir o cargo em janeiro deste ano.

Sobre a cobrança dos pequenos comerciantes, o prefeito destaca que “é de autoria do deputado, enquanto prefeito desta cidade”. O deputado Nabor se defendeu afirmando ter sancionado o Código Tributário prevendo a cobrança, mas atestou a isenção de pagar de diversos comerciantes.

Atesta, ainda, que quando recebeu a prefeitura das mãos do pai de Dinaldinho ocorreu com dívidas milionárias. O fato é que houve replica e treplica. Pra falar a verdade, é o sujo falando do mal lavado.