Governo tem derrotas tóxicas com derrubada de dois vetos

A Assembleia deu mostras de que não pretende ser um puxadinho do Palácio da Redenção. Ficou evidenciado na sessão desta terça-feira (21), quando os deputados impuseram duas derrotas ao Governo Ricardo Coutinho, derrubando os vetos a projetos dos deputados Tovar Correia Lima (PSDB) e Zé Paulo (PSB). O primeiro da base de oposição; o segundo, tão governistas quanto os aliados da gestão socialistas.

Do Palácio, a ordem para que os deputados abandonassem o plenário com o objetivo de evitar mais derrotas. Assim foi feito e restaram apenas os parlamentares de oposição no plenário. Até os líderes Hervázio Bezerra (PSB) e Adriano Galdino (PSB), do “blocão”, se ausentaram. Por isso, a velha prática de quebrar o quorum veio à tona. Por isso, os resultados que o governo não desejava ficaram apenas no placar de 2 a 0 para a oposição.

O esvaziamento ocorreu em face da pauta dos trabalhos constar, ainda, de Medidas Provisórias e a ordem do dia acabou ficando prejudicada. Depois, soube-se que os deputados da base do governo tinham sido convocado para uma reunião com o governador Ricardo Coutinho e o presidente Gervásio Maia.