Aracilba é barrada por ligação com ex-assessor de Suassuna

De fato, o ex-senador Ney Suassuna não é uma boa companhia. Pra ninguém! Pronuncia-se o nome dele só quando necessário, a exemplo dessa decisão do Conselho de Administração da Norte Energia, que barrou a indicação da engenheira Aracilba Rocha, paraibana, para à Presidência  da Usina Belo Monte, que vinha sendo trabalhado já alguns meses e o desfecho veio agora com um “aqui não!”

A justificativa para um “não” a Aracilba ocorreu por causa de uma ligação com Henry Hoyer, ex-assessor do então senador Ney Suassuna. Hoyer é apontado pelas investigações da operação Laja Jato como sendo o segundo operado do Partido Progressista (PP) no esquema da roubalheira na Petrobras.

Indicada por deputados e senadores da Paraíba, a executiva Aracilba Rocha ficou a ver navios. Ela “nega que conheça Henry Hoyer ou que tenha participado desse jantar”, mas reconhece ser “próxima do ex-senador Ney”, conforme escrito no portal Maispb. Parece ter sido melhor assim. Afinal de contas, a Lava Jato está de olho na usina Belo Monte.