Interrogações nos mistérios que governo não explica

O excesso de luz impediu a instalação do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), também a cessão do novo prédio da Assembleia Legislativa. Dois grandes mistérios do governo estadual, que, decerto, ficará sem explicação. Pelo menos nos próximos dias, meses ou ano. Ninguém consegue verbalizar uma justificativa plausível para esses dois acontecimentos.

Por que o TCM deu ré pra trás? Por que o governo decidiu não ceder o prédio do antigo Paraiban? Não era consenso na opinião do deputado Hervázio Bezerra (PSB), líder do bloco governista; também dos parlamentares do Partido dos Trabalhadores?

O novo prédio do Legislativo estadual não era uma unanimidade? Deixou de ser? Por quê? Uma pergunta difícil de ser respondida dentro da base do governista PSB. Qual o mistério? Não estava tudo acertado com o Tribunal de Contas do Estado (TCE)?

Nesta batalha, o órgão de Contas marcou dois gols a zero no governo. Ambos os assuntos passaram pelo crivo do TCE, que viu irregularidades na licitação para a reforma do prédio da Avenida Epitácio Pessoa. Batalha ganha também no caso da criação do Tribunal de Contas dos Municípios.

Mistérios que o governo não consegue explicar.


Descubra mais sobre Marcone Ferreira

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.