Divulgado ato de exoneração de Lucielio (Célio) Alves

Saiu no Diário Oficial, edição desta quarta-feira (26), o ato governamental exonerando o então secretário executiva de Comunicação Social do Estado. Mais conhecido por “Célio”, eis o nome verdadeiro: Lucielio Alves de Araújo. Ele pediu afastamento do cargo por causa de um escândalo: o vazamento de um filme nas redes sociais em que aparece numa suposta agressão contra a menor H.K., de 16 anos de idade, sua ex-namorada.

No texto do ato (abaixo), escora-se na publicação “a pedido” e, de fato, aconteceu na semana passada, no mesmo dia da veiculação da filmagem em diversos portais da cidade, também do noticiário de rádio. Em verdade, Lucielio Alves de Araújo foi pressionado a deixar o cargo. E, imediatamente. Agora, procura-se um substituto.

Veja o ato de exoneração do então secretário executivo de Comunicação abaixo:

“Ato Governamental nº 2.130 João Pessoa, 25 de outubro de 2016 O GOVERNADOR DO ESTADO DA PARAÍBA, no uso das atribuições que lhe confere o art. 86, inciso XX, da Constituição do Estado, e de acordo com artigo 33, inciso II, da Lei Complementar nº 58, de 30 de dezembro de 2003, R E S O L V E exonerar, a pedido, LUCIELIO ALVES DE ARAUJO, matrícula nº 172.291-3, do cargo em comissão de Secretário Executivo da Secretaria de Estado da Comunicação Institucional, Símbolo CDS-2.”