Sandra defende punição para o suposto agressor Célio Alves

Vereadora eleita pelo PSB, Sandra Marrocos não ficou calada diante das provocações em redes sociais a despeito das supostas agressões do radialista Célio Alves, então secretário-adjunto de Comunicação do Estado; contra a adolescente K.H., 16 anos de idade; sua ex-namorada. O fato de grande repercussão, que chegou a superar, pelo menos na Paraíba, a prisão de Eduardo Cunha na Operação Lava Jato.

Marrocos veio à boca do palco em defesa de K.H., cujas marcas das supostas agressões a adolescente mostrou em fotos nos diversos grupos de WhatsApp, enquanto as imagens nas filmagens produzidas pelo próprio Célio Alves, apresentou para quem assistiu o constrangimento passado pela garota.

Ao opinar sobre o assunto, a vereadora Sandra Marrocos anotou: “Adianto que cobrarei que os órgãos competentes atuem de forma a garantir o cumprimento das determinações legais, tanto no que diz respeito à Lei Maria da Penha e demais instrumentos normativos, quando no que diz respeito à preservação da imagem da adolescente”.

Em seguida, colocou-se à disposição da família da adolescente para “dar suporte à apuração correta dos fatos”. Célio que pensou estar dentro de uma grande família, hoje se ver só e conta com o apoio de muitos poucos”.