TRF autoriza Ilanna Motta retornar aos trabalhos

Por unanimidade, o Tribunal Regional da 5ª Região negou o pedido do Ministério Público Federal quanto ao retorno da prisão preventiva a pessoa de Ilanna Motta. A Informação é do advogado Solon Benevides e da Advogada Fabíola Monteiro.

De acordo com a Defesa, o Pleno do TRF foi enfático ao reconhecer que não existem mais motivos para prisão preventiva. O Pleno acatou o Pedido da Defesa autorizando, inclusive, o retorno de Ilanna Motta as suas atribuições como funcionária efetiva do Tribunal Regional do Trabalho em João Pessoa.

Retorno de Ilanna Motta – Solon Benevides demonstrou confiança quanto ao retorno da Prefeita Francisca Motta, tendo em vista que os fatos narrados pelo Ministério Público Federal são de 2014, e em 2015, por iniciativa própria, a prefeita desfez o contrato de locação de veículos com a empresa questionada pela CGU.

Desta forma, o advogado acredita não existirem mais motivos para mantê-la afastada do cargo, uma vez que o pedido foi formulado junto ao STJ, que deverá julgar em breve o mérito da medida judicial tomada pela Defesa.

“A nossa atuação e confiança na justiça irá concretizar o desejo do povo de Patos em permitir que Francisca Motta conclua uma das gestões mais eficientes do Brasil, conforme apontou recente Ranking da Folha de São Paulo”, concluiu o jurista.

Assessoria