Assessoria de Cássio reage com ‘papo furado’ a licença

Noticia-se um pedido de licença do senador Cássio Cunha Lima (PSDB). Parte do pressuposto que o afastamento não tem sentido, antes ou depois do julgamento final do processo de impeachment de Dilma Rousseff da Presidência da República. O blog tentou ouvir o tucano. Ele não respondeu as mensagens.

O repórter tentou a assessoria, que respondeu o pedido de informação sobre a possibilidade de licença do senador-líder da bancada do PSDB com um “papo furado”. Ou seja, Cássio não deverá se afastar do mandato porque depois do julgamento do processo contra a petista aí é que o trabalho da liderança da bancada tucana será ampliada.

Então, conforme o blog apurou, “o jeito será conciliar a atuação parlamentar com as eleições municipais”, garantiu a assessoria do senador Cássio Cunha Lima. Além dessas atividades, ele participa de discussões sobre a mudança na direção nacional do partido. Ora, ele está cotado para suceder Aécio Neves (MG) na presidência nacional do PSDB.