Raniery expõe incômodo com a aliança do ‘seu’ PMDB

A associação do PMDB à reeleição do prefeito Luciano Cartaxo (PSD) provocou incômodo a alguns peemedebistas, poucos é verdade. A reação foi automática, mesmo que de forma discreta no ponto de vista de avaliar o deputado Raniery Paulino, só para citar alguns poucos exemplos. Ele, ao contrário da posição assumida, esperava que seu partido declarasse apoio ao PTB de Wilson Filho.

Agora, não é novidade pra ninguém a divisão do pemedebê durante o período eleitoral. O mesmo vivido hoje é apenas mais um na história do partido feito de amigos, mas cheio de inimigos. “Sempre defendi a candidatura própria”, afirmou Raniery. Ele não percebeu que não dava mais e que a postulação de Manoel Júnior “murchou” por causa do próprio partido.

Para ele, “a posição mais equilibrada e agregaria mais às lideranças do PMDB teria sido se aliar ao PTB”. O problema do parlamentar não é com o prefeito Luciano Cartaxo (PSD), ou com o seu PMDB, mas, principalmente por causa da presença do PSDB na aliança junto com o seu partido.