Candidatura de João Azevedo pode ter subido no telhado

Nos subterrâneos, o secretário João Azevedo (Infraestrutura) não age mais como candidato à sucessão municipal nas eleições desde ano. Ele sumiu! Mas, dizem reunir-se com o PSB pelo menos uma vez por semana. Encontra-se em segredo com o governador Ricardo Coutinho para discutir político-eleitoral, também em segredo com lideranças de outros partidos.

Em público, em que pese ter anunciado alguma vezes ser candidato a prefeito de João Pessoa, Azevedo tem evitado ser peremptório. Vale-se de meias palavras. Diz que, até junho, é secretário estadual, empurrando a eliminação da dúvida para o meio do ano.

Nos últimos dias, às voltas com dificuldades de apresentar-se como candidato em potencial, primeiro por ter sido apresentado pelo governador Ricardo Coutinho e, depois, ser apontado como um grande técnico; a “candidatura” socialista passou a ser assediada por uma especulação. Sem ter demonstrado capacidade eleitoral, o secretário poderia desistir de ir às urnas.

A especulação acerca da troca de candidatura surgiu durante o dia desta segunda-feira (26). Obrigou o governador Ricardo a desmentir, também auxiliares mais próximos do Palácio da Redenção negar a desistência. Seja qual for a versão verdadeira, o mistério será desvendado nesta quarta-feira (27).

Azevedo pode até usar o argumento do “foro íntimo” para ele próprio anunciar a desistência, bem como a troca imediata de candidatura, porque o tempo está muito curto para o PSB apresentar o nome que concorrerá à sucessão, em que pese já ter essa opção testada na campanha de 2012: a atual deputada Estela Bezerra.