Petistas pedem ‘diretas já’ se Dilma sofrer o impeachment

O PT parece ter a absolutamente convicção que o pior estar por vir e que o iminente impeachment da presidente Dilma Rousseff, a partir desde domingo (17), é o fim de um projeto de poder por longos anos. Neste sentido, existe um movimento entre os petistas de lançamento de uma campanha pedindo “diretas já”, caso aconteça, de fato, o impedimento de Rousseff e ela seja afastada pelo Senado, para onde deverá o processo após a votação na Câmara Federal.

Como se sabe, se houve o impeachment quem assume é o vice-presidente Michel Temer. Ele assumirá interinamente até o julgamento final da presidente Dilma. De acordo com os petistas, acontecendo o mandato de Temer é ilegítimo e que novas eleições seria a melhor saída para a crise política instalada no país desde os primeiros dias do atual segundo governo.