Lula parece jogar a toalha; agora só um milagre

Foi entre um copo e outro que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva admitiu que não tem mais salvação, também que “o governo Dilma chegou ao fim”. Deu-se durante a passagem de Lula pelas manifestações realizadas no Rio de Janeiro, que contou com a participação de três mil pessoas.

A conversa de Lula com amigos e artistas que acompanharam a cada palavra foi dramática. Porém, mostrou-se mais interessados no resultado de uma pesquisa jogada no asfalto que lhe favoreceu, no caso das eleições de 2018 fossem hoje. Lula apareceu a frente de Marina Silva e Aécio Neves.

A avaliação feita pelo ex-presidente a respeito “do governo Dilma chega ao fim” teve como base o resultado na comissão do impeachment, também o desdobramento das conversas que mantém com vários lideres partidários da base aliada. Ele disse que já tinha percebido que fracassariam entendimentos com partidos como PP e PRB. Por isso, entregou os pontos.

Algo assim: “não tem mais o que ser feito”. Sem dúvidas, é esperar por um milagre.