RC está prestes a dizer ‘basta’ ao governo federal e a presidenta

O governador Ricardo Coutinho está desobrigado a continuar defendendo o governo Dilma Rousseff, ou a presidenta em caráter pessoal. O Planalto tem dado pouca atenção, quase nenhuma, a Paraíba, em que se pese RC ter assumido as dores dos ataques da oposição, principalmente quando advindo do maior crítico e conterrâneo senador Cássio Cunha Lima.

Coutinho, a esta altura dos acontecimentos, precisa partir para o contra ataque, porque a defesa exacerbada do governo central não surtiu efeito desejado. Prova disso é que não conseguiu a liberação dos empréstimos que dependem do aval presidencial, recursos para investimentos tocados as duras custas pela gestão socialista.

No governo estadual, setores da administração garantem que a paciência do governador Ricardo esgotou. Está a nível “zero” com o Planalto e falta pouco para RC seguir o PSB nacional, prestes a empunhar a bandeira do impeachment da presidente da República. Qualquer posicionamento do socialista daqui não será nenhuma surpresa.

Em recente declaração, Ricardo mandou o recado de que não vai agüentar por muito tempo. Afinal, os problema daqui são maiores e exige uma tomada de posição urgente do governador.