Abandonado no passado, Cícero é paparicado no presente

Os tucanos teriam uma excelente alternativa para as eleições do próximo em João Pessoa, caso o ex-senador Cícero Lucena aceitasse disputar à sucessão. No entanto, convencê-lo é uma missão “quase impossível”. Mostra uma certa magoa por ter sido preterido pelo PSDB nos últimos cinco anos a concorrer a cargos majoritários.

O primeiro, como se sabe, em 2010. Naquela ocasião, o PSDB preferiu cair no colo do hoje governador Ricardo Coutinho (PSB). Em 2012, nas eleições municipais daquele ano, o então senador Cícero praticamente escalou o embate sozinho, dispondo apenas do nome da sigla. E nada mais.

E mais recentemente, na campanha de 2014. Como se recordam, Cícero pretendia concorrer à reeleição para o Senado da República. O PSDB não deixou. Preferiu aliar-se ao PTB e lançou Wilson Santiago no lugar do tucano. Agora, o psdebê deseja contar com ele que rejeita o convite de hoje e também “proíbe” a esposa Lauremília Lucena de subir no palanque das eleições.

Portanto, para um bom entendedor não tem lero, lero…


Descubra mais sobre Marcone Ferreira

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.