Força tarefa para desqualificar governo de Luciano

Há uma preocupação exagerada de setores da política com o prefeito Luciano Cartaxo. Por que será? Seus opositores dão claros sinais de um pré-candidato à reeleição imbatível. Basta lembrar a movimentação deste começo de semana, quando liderados pelo deputado Wilson Filho (PTB) que, diga-se, com pouca expressão, a oposição ensaiou ninguém sabe o que para avacalhar com o governo Cartaxo.

Pouco conseguiu. A repercussão não passou da manhã da segunda (10), dia do encontro e mesmo assim motivado pela presença do senador Cássio Cunha Lima. Voltando as atividades neste espaço veio a informação da discussão entre os vereadores sobre a possível saída de Cartaxo do PT, descartada de imediato por um petista de carteirinha.

“Os caras estão querendo provocar Luciano (Cartaxo), que incomoda os opositores porque não quer discutir sobre as eleições que só acontecem no próximo ano”, disse o petista que também não deseja alimentar a verve dos oposicionistas. Por isso, pediu para não ter sua identidade revelada.

Mas é fato que o prefeito Luciano Cartaxo está incomodando. Até tentam desqualificar duas pesquisas jogadas no asfalto em que aparece como o único petista a governar capitais com chances de reeleição, isto por causa da crise política enfrentada pelo governo central.

Portanto, diante dessa situação, a paciência demonstrada por Cartaxo está deixando os adversários preocupados, ainda mais depois que adotou a estratégia de que 2015 o assunto em pauta não é o processo eleitoral do próximo ano e, sim, a administração. É melhor tocar as obras do que está discutindo estórias da Candinha.