Um debate que interessa a mim, a você e aos paraibanos

Uma discussão chega às ruas em boa hora. Ao levar o assunto para passear rente ao meio-fio, o deputado Hervázio Bezerra, líder da bancada do governo, está chamando a população a optar pela letra do Hino Oficial da Paraíba, destacando que “o atual não representa as peculiaridades do povo paraibano”. Ou seja, vai-se ao encontro de um assunto que interessa sim a nosoutros.

A medir o tamanho da necessidade, Hervázio encontrou nas letras das músicas “Sublime Torrão” (Genival Macêdo) e “Jóia Rara” (Tom Oliveira) o hino ideal. Porém, a população precisa optar e decidir o que melhor se enquadra a história da Paraíba, exceto o atual desconhecido pela maioria da população.

Não tem quem consiga cantarolar o Hino da Paraíba. É só fazer um teste por esse imenso Estado e logo vai ver que a discussão é pertinente, inclusive também que vale a pela o debate. “Eu conheço o trecho. Se você ler a letra vai ver que diz muito pouco da nossa história”, justifica o parlamentar autor da idéia de mudança do hino.

Conhecer e cantar o hino do Estado é muito importante e deve ser incentivado por pais, professores e até mesmo pelas instituições estaduais. O hino tido como “oficial” é pouco conhecido. “Por isso, a população deve se manifestar e dizer o hino que prefere”, explicou o líder da bancada do governo.

O atual foi composto por Francisco Aurélio Figueiredo e Melo, musicado por Abdon Felinto Milanês, tendo sido apresentado pela primeira vez no dia 30 de junho de 1905. Em conversa com o autor da idéia, o blog avalia que não se pretende levantar polêmica por defender a mudança do hino, mas deixar que a população faça sua escolha.

Portanto, o assunto interessa a todos e tem a mesma importância em comparação a outros temas jogados no asfalto pela classe política paraibana.