Acredite se quiser: seca que atinge a Paraíba preocupa Lira

Eis que, de repente, o senador “biônico” Raimundo Lira (PMDB) descobriu a existência de Campina Grande, cidade que visitou durante as festividades do São João. Foi ciceroneado pelo colega Cássio Cunha Lima (PSDB), pois não sabia ao certo onde estava localizado o Parque do Povo. É que o empresário-político esqueceu o caminho de casa, pois quando aparece na Paraíba some como um raio. Afinal, não tem que dá satisfação a ninguém. Pelo menos enquanto durar o seu mandato.

Lira aparece com a notícia jogada no email das redações dos portais paraibanos acerca de uma preocupação. Imagina-se preocupado mesmo com a falta de água que afeta a Paraíba. A propósito, adquiriu um avião denominado de “aerolira”. Novinho em folha para sobrevoar as áreas atingidas pela seca. Calma, nem tanto. É um exagero pensar assim, pois a aeronave serve mais para ele não ter o desprazer de encontrar algum conterraneo em aviões de carreira.

Mas louva-se a preocupação do senador sem voto, assunto que faz parte do passado, porque Lira pode estar mesmo preocupado com a seca que atinge os seus “irmãos” paraibanos. Tanto é verdade que articula junto ao Ministério da Integração Nacional uma audiência com o presidente da Associação Comercial e Empresarial de Campina Grande, Álvaro Morais de Barros.

Lira já entrou em contato com a assessoria do ministro para definir a data da audiência. Torcer para que aconteça antes de 2018.