Raniery não quer saber do que interessa ao PMDB

O deputado Raniery Paulino (PMDB) resiste o alinhamento com o governo, mas não sabe até quando. Porém, sem esconder que está na maior torcida pela briga entre o senador José Maranhão – presidente estadual do partido – e o governador Ricardo Coutinho (PSB). Sem um prognóstico sobre data, acha que seria o melhor que poderia acontecer neste momento.

Só não abre mão de votar na recondução de Ricardo Marcelo (PEN) a presidência da Mesa Diretora da Assembleia, postura que considera livre e desimpedido de seguir com o partido, tendo em vista a quebra de acordo dos integrantes da bancada. Sem ser comunicado, o deputado Gervásio Maia, também peemedebista, fechou um compromisso para o futuro com governistas.

Raniery parece que não está sozinho nesta linha de independência do PMDB. O deputado Trócolli Júnior também tem demonstrado insatisfação com a negociata feita por Gervásio e o deputado eleito Nabor Vanderley. Como se pode observar, o PMDB está d-i-v-i-d-i-d-o.

Neste caso, é dois pra lá e dois pra cá.