Numa escolha pioneira, Marcos Cavalcanti é eleito presidente do TJ

Numa escolha democrática, sem a presença do critério de rotatividade como era feito anteriormente, o Tribunal de Justiça da Paraíba, de forma pioneira, elegeu o desembargador Marcos Cavalcanti o futuro presidente da Corte. Deu-se na tarde desta quarta (12) dentro de um clima de bastante expectativa.

Foi a primeira escolha feita no voto, após as alterações na legislação do Poder Judiciário, que modificou o regime anterior. Como se sabe, o “velho modelo” escolhia o presidente do TJ através do critério de rotatividade, na base do acordo entre os membros da Corte.

O desembargador Marcos Cavalcanti assume substituindo a desembargadora-presidenta Fátima Bezerra a partir de fevereiro de 2015. Ele se elege com dez votos, com apena um voto nulo. Disputou a cadeira com o desembargador Márcio Murilo.

O vice-presidente eleito foi o desembargador José Ricardo Porto. O desembargador Joás de Brito Pereira será o corregedor-geral do TJ da Paraíba.