Bolinha chama Veneziano de incoerente por ter se aliado ao PSB

É sabido, inclusive decantada que a política é a mais antiga das profissões. Porém, há entre eles quem exagere, que tão imprevisível, acaba se tornando previsível. É o caso de Veneziano Vital, o 1510 da eleição para deputado federal, mandato que deverá cumprir a partir de fevereiro de 2015. Mas apenas por um período, pois já está pensando em concorrer no próximo pleito municipal.

Veneziano já entrou no rol dos grandes compositores. Não quer nem saber quando é para compor com todo mundo. Tem sido uma espécie de político profissional a favor de tudo e mal aliou-se ao então adversário Ricardo Coutinho, já recoloca a conversa em dia com parte do petismo de Campina Grande.

Por tudo isso, recebeu carimbo nesta sexta (7) de incoerente do empresário Artur (Bolinha) Almeida. “Se eu fizesse o que Veneziano fez, nunca mais teria coragem de me olhar no espelho”. A afirmação foi feita por causa da aproximação de “Vené” da candidatura a reeleição de Ricardo Coutinho, “que cumpriu o seu papel de aceitar o apoio, que é algo que não se nega…”.

“[…] Sinceramente, eu não sei onde o ex-prefeito arrumou coragem para fazer o que ele fez. Há dois meses da eleição o governo de Ricardo, para Veneziano, não tinha uma única virtude, era uma questão só de erros…”.

“[…] No entanto, em uma mágica, saiu para defender a gestão do governador. É uma grande incoerência”, espinafrou.

Bolinha concedeu a entrevista a Rádio Caturitê, destacando, ainda, que a aliança do PMDB e PSB no segundo turno, os “socialistas” terão candidato próprio a prefeito de Campina Grande em 2016.